Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

WHITE AND PINK

Glow Fitness Party

Bom Dia,

Ontem foi dia de Openday no Point Fit em Estremoz, o “meu” ginásio, e digo meu porque passo lá tanto tempo e gosto tanto daquele espaço que sinto que também é um bocadinho meu.

Para quem, como eu, adora aulas de grupo, nomeadamente as que pertencem à Les Mills, sabe que a altura dos lançamentos das novas coreografias é sempre uma altura bastante especial. Estamos sempre na espectativa “O que é que os coreógrafos foram inventar desta vez” e as aulas têm sempre uma magia especial. Desta vez não foi diferente, fomos Presenteados com uma Glow Fitness Party.

Começámos com uma aula de Grit Cardio, que entre burpees e saltos é de levar a pessoa ao seu limite. Seguiu-se a aula de Zumba super divertida, como sempre, e uma ótima maneira de descontrair depois daquela meia hora de morte. Terminamos com chave de ouro numa Mega Aula de Body Combat.

Eu sou suspeita em falar porque adoro o Body Combat, mas este cd está especialmente bom! Sei que não é uma aula fácil de fazer logo à primeira pois requer muita técnica, mas nada que com prática não se resolva.

Para quem nunca experimentou estas aulas, recomendo vivamente. O Grit nas suas várias vertentes, cardio, força e plyométrico, é ótimo para quem gosta de levar as suas capacidades ao limite. A Zumba para quem gosta de dançar ou simplesmente para quem se quer divertir. O Body Combat para quem adora artes marciais.

Não há nada melhor que aliar a prática de exercício físico à diversão, e para aquelas pessoas mais preguiçosas ou que se aborrecem de estar na sala de exercício é uma excelente opção.

 

 

Quem, como eu, adora esta altura? Quais as vossas aulas de eleição?

 

Aqui fica uma pequena amostra fotográfica do que foi a minha tarde de ontem. 

 

IMG_9533.JPGIMG_9513.JPG

IMG_9950.JPG

IMG_9868.JPGIMG_9868.JPG

IMG_9757.JPGIMG_9657.JPG

 

IMG_9639.JPG

 

Beijinhos

Carolina :)

 

Os Verdadeiros Cereais

Olá,

Depois do primeiro post, vários amigos meus vieram falar comigo e perguntar o que é que eu tinha contra os cereais e as barras de cereais. 

A verdade é que eu não tenho nada contra, até porque eu adoro cereais. Mas até que ponto podemos chamar de cereais ao que se vende nos supermercados?

Se olharmos para os seus ingredientes, dos 20 mil que encontramos apenas 2 ou 3 são cereais, obviamente estou a exagerar mas não foge muito disso.

Como qualquer pessoa sempre adorei Estrelitas, Cookie Crisp, Nesquik, Golden Grahams, etc. (quem não gosta não é), mas raramente comia, optava sempre por os cereais ditos “Light”. Mas serão, de facto, mesmo light? Mais uma vez peço para olharem para os seus ingredientes e para o valor nutricional, qual é mesmo a % de açúcar que eles têm? Pois…Se calhar não são tão light como pareciam. Mais uma prova de que as calorias pouco importam se o valor nutricional for 0.

Devido a tudo isto, no início do ano passado optei por deixa-los de parte e comecei a fazer os meus próprios mixes.

E há melhor coisa que isso?

As granolas caseiras são tão boas, com elas podemos fazer “cereais” ou optar por um snack mais rápido como as barras. Primeiro que tudo escolhemos a nossa base, como por exemplo aveia, centeio, quinoa, trigo sarraceno ou o millet. Em segundo lugar conjugamos com os nossos ingredientes preferidos, é aqui que cada um dá o seu cunho pessoal, podemos utilizar desde sementes, mirtilos, côco, cacau, a frutos secos ou até abóbora. No final juntamos uma colher de mel e voilà, temos um snack super saboroso e acima de tudo saudável.

Espero que tenham gostado e que pensem duas vezes antes de entrar nessa secção do supermercado. 

 

Beijinhos

Carolina :)

Como Tudo Começou

Olá,

 

Antes de mais vou-me apresentar, sou a Carolina, tenho 23 anos e sou uma apaixonada pelo mundo do Fitness.

O ano de 2014 foi um ano bastante importante para mim! Decidi mudar a minha alimentação e começar a lutar para conseguir o corpo que há tanto tempo queria. Toda a gente gosta de olhar para as revistas e dizer "Quem me dera", mas a distância entre o querer e o poder está na determinação de cada um, porque se A, B ou C consegue, porque é que eu não hei-de conseguir?

Sei que ainda tenho um longo caminho a percorrer, mas gosto de pensar que nunca estive tão perto do meu objetivo como agora.

Obviamente pode ser mais fácil para uns que para outros e pode levar meses, ou até anos mas quando começamos a ver os resultados, não há melhor sentimento que esse! E quando damos por nós já não é uma dieta mas sim um modo de vida.

Comecei a frequentar o ginásio desde muito nova, 14 anos talvez, por influência da minha irmã. Ao início, para ser sincera, não era uma coisa de que gostasse muito, ia para fazer qualquer coisa porque como moro numa cidade pequena as opções a nível desportivo são bastante limitadas. Mas o que ao início era apenas uma forma de me manter ativa transformou-se numa das minhas grandes paixões. Posso dizer que já não sou capaz de viver sem ele. Gosto de fazer um pouco de tudo, musculação, aulas de grupo, correr (Sempre odiei correr, mas o ano de 2014 foi mesmo de mudanças), HIIT, mas como tudo, depende do estado de espírito.

Como já deu para perceber entrei neste mundo há uns belos anos, mas a minha alimentação era super descontraída. Obviamente não comia doces todos os dias mas comia bolachas, cereais, barras de cereais e por aí a fora, a pensar que estava a fazer uma alimentação dita saudável. Como pensava eu, pensa metade das pessoas que está a tentar emagrecer, mas a verdade é que não há milagres, não é a tomar comprimidos, a deixar de comer ou a comer uma maçã por dia que se atingem os objetivos, pelo menos objetivos consistentes e a longo prazo. 

O segredo de tudo isto está na alimentação, porque podemos passar 3 horas por dia no ginásio, mas se a alimentação não for a adequada os resultados vão ser 0, e neste parâmetro posso falar por experiência própria.

Neste ano que passou sei que não mudei só a minha alimentação, sei que influenciei as pessoas à minha volta a terem uma alimentação mais correta, a optarem por alimentos mais saudáveis e estas pequenas alterações no dia-a-dia podem fazer toda a diferença a longo prazo.

Por essa razão decidi criar este blog. Não há nada melhor que poder melhorar e inspirar a vida dos que nos são mais queridos, o que para mim ainda se torna uma motivação maior para continuar.

 

Beijinhos

Carolina :)

 

 

Pág. 2/2